Secretaria Municipal do Trabalho e Renda

Feira do Rolo: 79 integrantes são cadastrados na SEMTRE

16 de maio de 2019

Entrega das autorizações e carteirinhas foram realizadas na manhã de hoje (16/05)

Prestes a completar 80 anos, o aposentado Jair Martins exibia orgulhoso a carteirinha que indica sua regularização como integrante da Feira do Rolo de Piracicaba. Sentado em um banquinho plástico, ao lado do carrinho com a bolsa na qual guarda seus pertences, na manhã de hoje (16/05) ele expunha os produtos disponíveis para a barganha.

“Eu era vigia da escola Industrial e morava lá. Depois que me aposentei, precisei complementar a renda e então, há 30 anos, participo da Feira do Rolo. Hoje, tornou-se mais um passa tempo e distração. Aprovo a iniciativa de regularizar a atividade, pois assim, temos mais tranquilidade e segurança”, contou.

 

Jair Martins participa da Feira do Rolo há 30 anos

 

Assim como Jair, outros 78 integrantes da atividade se cadastraram na SEMTRE. Na manhã de hoje (16/05), foi realizada, na Praça Antônio de Pádua Dutra, a entrega das autorizações e carteirinhas a estas pessoas.

A iniciativa contou com a presença do prefeito Barjas Negri, do secretário municipal do Trabalho e Renda, José Luiz Ribeiro, e do subinspetor da Guarda Civil Municipal, Ronaldo Milani, que representou a comandante Lucineide Aparecida Maciel Corrêa.

“Ao cadastrar os integrantes da feira, queremos trazer segurança e chamar a comunidade para participar da iniciativa. Em muitos países do mundo, a Feira do Rolo está inserida na cultura local e nós queremos fazer isto em Piracicaba”, afirmou o secretário José Luiz Ribeiro. “Por isto, colaborem com a Guarda Civil na fiscalização e cuidem da Praça. Além disso, esta é uma forma de desenvolver uma economia solidária, já que além da troca, existe a venda de produtos por preços acessíveis”, complementou.

O secretário municipal José Luiz Ribeiro afirma que iniciativa resgata história e cultura da cidade

Na ocasião, o prefeito Barjas Negri fez um alerta aos integrantes. “É fundamental que os membros da Comissão da Feira do Rolo fiscalizem a atividade e orientem as pessoas não regularizadas a buscar a SEMTRE”, revelou.

Renda extra
Viúva e mãe de uma menina de 15 anos, Joselina Aparecida Magalhães, está entre as  sete mulheres que participam da atividade na cidade. “Comecei há um ano, quando passei por aqui e vi o pessoal. Precisava de um aparelho celular e foi na Feira que encontrei. Foi então que percebi que havia muitas coisas em casa que daria para trocar ou vender”, relembrou.

A inserção no mundo de escambo deu certo e a iniciativa tornou-se uma forma de complementar a renda familiar. “Sou sozinha e pago aluguel. Então, o que ganho aqui me ajuda com as despesas do dia-a-dia”.

As pessoas autorizadas a praticar a troca ou venda de produtos a preços acessíveis na Feira do Rolo devem estar sempre com a carteirinha. Isto porque a fiscalização no local – feita pela Guarda Civil Municipal – continua.

 

voltar
Painel de Vagas Banco do Povo Qualificação

Siga-nos nas redes sociais

Programação

    Sem eventos futuros

Programação Completa